VIDEOS

Loading...

LITURGIA DIÁRIA

quarta-feira, 20 de abril de 2011

UM ROTEIRO PARA A CELEBRAÇÃO ECUMÊNICA



P: = presidente da celebração



A: = assembléiaL: leitor



I. Entrada
Hino de abertura
Invocação de abertura:
P: Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.A: Amém.
Falas de abertura
P: De todos os cristãos de Jerusalém aos fiéis de ............... (local da celebração) que estão em Deus Pai e no Senhor Jesus Cristo: a vós, a graça e a paz. (1 Ts 1,1)
A: Damos graças a Deus.



Saudações
P: Compassivo e amoroso Deus, que nos criaste à tua semelhança
A: Por isso te louvamos e te agradecemos.
P: Nós nos reunimos em teu nome, para te pedir a restauração da unidade de todos aqueles que confessam teu Filho Jesus Cristo como Senhor e Salvador de todos.
A: Ó Deus, ouve-nos e tem compaixão de todos nós.
P: Ajuda-nos em nossa fraqueza e fortalece-nos com teu Santo Espírito.
A: Envia teu Espírito para que sejamos um.
P: Oremos ao Senhor.
A: Kyrie, kyrie eleison.
P: Generoso Deus, prometeste através dos profetas que Jerusalém será o lar de muitos povos, a mãe de muitas nações. Ouve nossas preces para que Jerusalém, a cidade de tua visitação, possa ser para nós todos um lugar onde habitaremos contigo e nos encontraremos, uns com os outros, em paz. Oramos ao Senhor.
A: Kyrie, kyrie eleison.
P: Misericordioso Deus, que o teu Espírito, doador de vida, mova cada coração humano, que as barreiras que nos dividem desabem, que as suspeitas desapareçam, que os ódios se acabem e que, com as divisões curadas, teu povo possa viver em justiça e paz. Oramos ao Senhor.
A: Kyrie, kyrie eleison.
P: Amoroso Deus, escuta nossas preces por tua cidade santa, Jerusalém. Põe fim ao seu sofrimento e devolve-lhe a saúde. Transforma-a de novo em tua casa, uma cidade de paz, uma luz para todos os povos. Promove a harmonia na cidade santa, entre todos os seus habitantes. Oramos ao Senhor.
A: Kyrie, kyrie eleison.
P: Abre agora nossos ouvidos e corações para ouvir a tua Palavra proclamada e ajuda-nos a vivê-la com mais fidelidade em tudo que fazemos e dizemos, para a glória do teu nome e a expansão do teu Reino, Santíssima Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo.
A: Amém.



II. Liturgia da Palavra
P: É sabedoria! Ouçamos com atenção!
Antigo Testamento:
Gênesis 33, 1-4 ou Isaías 58,6-10Salmo 96, 1-13
A: Cantai ao Senhor um cântico novo, bendizei o seu nome.(ou outro hino baseado no salmo 96)
L: Cantai ao Senhor um canto novo,Cantai ao Senhor, terra inteira;Cantai ao Senhor, bendizei o seu nome.Proclamai sua salvação dia por dia;Anunciai sua glória entre as nações,Suas maravilhas entre todos os povos.
A: Cantai ao Senhor um cântico novo, bendizei o seu nome.
L: Pois o Senhor é grande e cumulado de louvores,Ele é terrível e superior a todos os deuses:Todas as divindades dos povos são vaidades.O Senhor fez os céus.Esplendor e brilho estão diante de sua face,Força e majestade no seu santuário.
A: Cantai ao Senhor um cântico novo, bendizei o seu nome.
L: Dai ao Senhor, famílias dos povos,Dai ao Senhor glória e força;Dai ao Senhor a glória do seu nome.Trazei vossa oferenda, entrai nos seus átrios;Prostrai-vos diante do Senhor, quando brilha sua santidade;Tremei diante dele, terra inteira.
A: Cantai ao Senhor um cântico novo, bendizei o seu nome.
L: Dizei entre as nações: o Senhor é rei.Sim, o mundo permanece firme, inabalável.Ele julga os povos com retidão.
A: Cantai ao Senhor um cântico novo, bendizei o seu nome.
L: Que os céus rejubilem, que a terra exulte,E que ribombem o mar e suas riquezas!Que o campo inteiro esteja em festa!
A: Cantai ao Senhor um cântico novo, bendizei o seu nome.
L: Que todas as árvores das florestas bradem de alegria,Diante do Senhor, pois ele vem,Pois ele vem para governar a terra.
A: Cantai ao Senhor um cântico novo, bendizei o seu nome.
Segunda leitura: Atos 2, 42-47Canto: AleluiaMt 5,24: Deixa tua oferta ali, diante do altar, e vai primeiro reconciliar-te com teu irmão;depois, vem apresentar tua oferenda.
Canto: Aleluia, aleluia!
Evangelho: Mateus 5, 21-26
Homilia
Hino



III. Preces de penitência
P: Com as Igrejas em Jerusalém, oramos ao Senhor.Lembrando que os fiéis eram assíduos ao ensinamento dos apóstolos e à comunhãofraterna, confessamos nossas falhas na fidelidade e na comunhão fraterna. Oramos aoSenhor.
A: Senhor, tem piedade de nós.
P: Com as Igrejas em Jerusalém, oramos ao Senhor.Lembrando que o temor se apoderava deles e que muitos prodígios e sinais serealizavam pelos apóstolos, confessamos uma falta de visão que nos impede de percebera glória da tua ação no meio de nós. Oramos ao Senhor.
A: Senhor, tem piedade de nós.
P: Com as Igrejas em Jerusalém, oramos ao Senhor. Lembrando que todos os que abraçavam a fé punham os bens em comum e ajudavam os necessitados, confessamos que nos apegamos a nossas posses, com prejuízo para os pobres. Oramos ao Senhor.
A: Senhor, tem piedade de nós.
P: Com as Igrejas em Jerusalém, oramos ao Senhor.Lembrando que os fiéis passavam muito tempo em oração e na fração do pão em suas casas, com coração alegre e generoso, confessamos nossas falhas no amor e na generosidade. Oramos ao Senhor.
A: Senhor, tem piedade de nós.



Confiança no perdão de Deus
P: Isto é o que foi dito pelo profeta Joel: “nos últimos dias , diz o Senhor, derramarei meu Espírito sobre toda a carne... Então todo o que invocar o nome do Senhor será salvo.”
Enquanto esperamos a vinda do Senhor, temos também a segurança de saber que em Cristo somos perdoados, renovados e curados.
A paz
P: Cristo é nossa paz. Ele nos reconciliou com Deus num só corpo na cruz; nos reunimosem seu nome e partilhamos sua paz.
Que a paz do Senhor esteja sempre convosco.
A: E contigo também.
O Credo (Apostólico, Niceno, ou outra forma adequada)
Hino



IV. Preces pela unidade cristã
P: Em Cristo o mundo é reconciliado com Deus, que nos confia a mensagem da ressurreição. Como embaixadores da ação reconciliadora de Cristo, fazemos nossos pedidos a Deus.
P: Quando oramos juntos a partir de nossas diversas tradições,
A: Santo Senhor, que nos fazes um, torna visível a nossa unidade e vem trazer cura para o mundo.
P: Quando lemos a Bíblia juntos na diversidade de nossas linguagens e contextos,
A: Senhor Revelador, que nos fazes um, torna visível a nossa unidade e vem trazer cura para o mundo.
P: Quando estabelecemos relações de amizade entre judeus, cristãos e muçulmanos, quando derrubamos o muro de indiferença e ódio,
A: Senhor Misericordioso, que nos fazes um, torna visível a nossa unidade e vem trazer cura para o mundo.
P: Quando trabalhamos pela justiça e pela solidariedade, quando passamos do medo à confiança,
A: Senhor capaz de nos fortalecer, que nos fazes um, torna visível a nossa unidade e vem trazer cura para o mundo.
P: Sempre que houver sofrimento por causa da guerra e da violência, da injustiça e da desigualdade, da doença e do preconceito, da pobreza e do desespero, aproximando-nos da cruz de Cristo e uns dos outros,
A: Senhor que foste ferido, que nos fazes um, torna visível a nossa unidade e vem trazer cura para o mundo.
P: Com os cristãos da Terra Santa, nós também somos testemunhas do nascimento de Jesus Cristo em Belém, de seu ministério na Galiléia, de sua morte e ressurreição, e da descida do Espírito Santo em Jerusalém. Quando ansiamos por paz e justiça para todos, na segura e garantida esperança da vinda do teu Reino,
A: Senhor Triuno, que nos fazes um, torna visível a nossa unidade e vem trazer cura para o mundo.
Oração do Senhor (cada um na sua língua)



V. Envio
A assembléia invoca a bênção de Deus sobre seus membros, que são enviados como embaixadores da Boa Nova da reconciliação. Um hino pode marcar a conclusão do culto.
P: Que o Pai, que é fiel a suas promessas e infalível em seu auxílio, nos sustente quando nos empenhamos na promoção da justiça e na busca do fim da divisão.
A: Amém.
P: Que o Filho, que santificou a Terra Santa com seu nascimento, seu ministério, sua mortee ressurreição, nos traga redenção, reconciliação e paz.
A: Amém.
P: Que o Espírito, que reuniu em unidade os primeiros fiéis em Jerusalém, nos una na fidelidade ao ensino, à comunhão fraterna, à fração do pão e às orações e nos inspire na pregação e na vivência do Evangelho.
A: Amém.
P: Que o Deus único, Pai, Filho e Espírito Santo, nos dê sua bênção e nela nos conservequando vamos proclamar sua Boa Nova ao mundo.
A: Damos graças a Deus.



Bênção
P: Que a bênção do Deus da paz e da justiça esteja convosco.Que a bênção do Filho, que derrama lágrimas pelo sofrimento do mundo, esteja convosco.E que as bênçãos do Espírito, que nos inspira para a reconciliação e a esperança, estejam conosco, daqui até a eternidade.Amém.Hino

Nenhum comentário:

Postar um comentário